4 de julho 4th of July

4 de julho, ou como comemorar a identidade nacional alheia.

16:43Ma Lomelino

Respira, inspira e não pira é o meu mote principal nessa jornada em terras norte americanas. É muita coisa pra assimilar, muita cultura diferente pra se adaptar e muitos micos espreitando a cada esquina. Como eu disse no texto anterior, me sinto morando num filme da sessão da tarde e estou amando muito tudo isso.
Que fique claro, eu tenho um milhão de críticas à sociedade e governo dos Estados Unidos mas no dia a dia não é com eles que eu lido e sim com esse microcosmos saído diretamente de um enlatado de T.V qualquer.
Eis que semana passada tive a maior mostra do que é “ser americano” com direito a pic nic, e hino nacional. Estou falando do 4 de julho, também conhecido como Independence Day ou dia anual de possíveis desastres e ataques alienígenas.
Meus cupcakes caseiros para o 4th of July.
Desde que cheguei aqui, comecei a procurar e tramar um modo de passar o 4 de julho mais estadunidense possível, a necessidade de experienciar o 4 de julho autêntico era quase científica, como um pesquisador que faz uma análise antropológica de um povo e seus costumes e procura a forma mais viável de “ver com os próprios olhos”.
A primeira tentativa, falha, foi um churrasco num rooftop ( tecla sap: a laje chic dos states) mas é claro que tudo já estava lotado ou reservado então a galera (sim, eu tenho uma “galera” composta de pessoas que participam de um meetup para treinar Inglês) resolveu ir ao Gas Works Park para ver a queima de fogos mais tradicional de Seattle.

Gas Works Park.


E se tem uma coisa que o povo daqui sabe fazer é comemorar o 4 de julho. De bandeirinhas e coisas azuis, brancas e vermelhas por todos os lados à queima de fogos mais linda que eu já vi, a importância dessa data por aqui dá gosto de ver.  Provavelmente tem a ver com lutar pela própria Independência e não com uma declaração às margens de um rio onde se parou para fazer número 2.
Sanduiches com cosplay imperialista.

Opa, vamos sentar e fazer Pic Nic, só falta chão.

Os fogos no Gas Works Park começam às 22h mas é um programa pro dia todo. A pessoas chegam bem cedo pra segurar um bom lugar com vista do Union Lake onde os fogos acontecem, munidas de cobertores de pic nic, guarda sóis, cadeirinhas e comida. O lugar fica absurdamente lotado mas vale  a pena.

Tinha um tantinho de gente.

Fizemos um pic nic multicultural, nosso grupo tinha gente do Brasil, Nepal, EUA, Rússia e Emirados Árabes!
Teve todo mundo de pé pra cantar o hino, teve aipo pra "dipar" em molho ranch, teve alguém xingando todo mundo que tava de pé porque queria ver os fogos sentado… Também teve um trânsito digno de deixar saída de show com inveja e uma Maia absurdamente feliz.

Por mais piegas que possa parecer ( e é mesmo), se tiver a oportunidade de ver um 4 de julho em terras de Tio Sam, aproveite. Eles sabem como comemorar essa coisa toda de jogar chá no mar e dizer chega, vamos cuidar do próprio nariz, pena que usam isso pra intrometer ele onde não são chamados com uma frequência maior do que gostaríamos.



You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Recent Posts

Formulário de contato