viagem

Sobre ir a Pirenópolis

10:14Danuta Raposo Nunes


Oi povo bonito!!!

Tem tempo que eu não falo de viagem né? Essa vida de sair de casa, Copa do mundo e virar mamãe de gatinhas (coisinhas mais lindas!!! Vou apresenta-las para vocês depois) não tá deixando muito tempo pra viajar (ou lembrar das viagens) hahahahaha!

Quem mora em Brasilia com certeza já ouviu pelo menos falar de Pirenópolis. É muito pertinho daqui (gente, menos de duas horas de carro. É muito tranqüilo!) e é uma cidade muito charmosa e tranqüila pra descansar por uns dias.


A cidade é um CHARME! Tudo é bem ao estilo colonial, com as janelas coloridas e muito verde para todo lugar que você olha. As ruas são de paralelepípedo e com muitas, mas muitas ladeiras então prepara as pernas meu povo. É uma cidade razoavelmente pequena e dá pra fazer absolutamente tudo (dentro da cidade) a pé.



O ponto turístico mais conhecido de lá é a Igreja Matriz, que é a igreja ao lado da Prefeitura da cidade. Essa igreja é tem uma história muito bacana (ela pegou fogo há alguns anos e foi completamente reconstruída) e dentro dela tem um museu contando um pouco sobre como era a vida no inicio da cidade e sobre o incidente que aconteceu na igreja. Vale muito a visita. Além da igreja matriz tem vários outros pequenos museus como o museu das Cavalhadas, o museu Rodas do tempo e a Igreja do Bonfim.


A noite nos finais de semana também rola uma feira de artesanato na praça do Coreto que é a coisa mais linda do mundo. Os artistas levam seus trabalhos e barraquinhas e expõem lá na praça e você acha todo tipo de coisa bonita e diferente! Descendo essa praça tem a Rua do Lazer que tem muitos restaurantes, lanchonetes e pizzarias muito boas, e fica toda iluminada a luz de vela a noite (a coisa mais linda!!!) com as mesas dos restaurantes ao ar livre na calçada. É muito bacana!


Depois do jantar a gente acabou indo em uma cafeteria muito charmosa na rua que sobre da Rua do Lazer para a igreja Matriz. O dono é um amor de pessoa e o menu é delicioso! Entre cafés, chás e chocolates diversos nós acabamos ficando horas conversando ali.


No dia seguinte nos acabamos indo de novo na cafeteria (pra você ver o tanto que foi bom!) e tomando uma especialidade da casa - O Café de Macho. O café, que é servido em xícara esmaltada daquelas bem da roça, é adoçado com rapadura e arrematado com uma dose de cachaça caseira. Só quem não tomou foi a Chay (arregona! kkkkkk) que tomou uma bebida de chocolate que tava com uma cara muito boa.


Claro que não dá pra falar de Pirenópolis e não falar das ~ Cachú ~ hahahahaha! Eu não sei vocês, mas acho água de cachoeira muito gelada!!!! É muito revigorante tomar um banho de cachoeira e Pirenópolis tem muitas e cada uma mais linda que a outra. A média de preço de entrada é entre R$ 15 a R$ 25 por pessoa. Mas tem um lugar, quase no finalzinho da cidade, onde o Rio das Almas (rio que corta a cidade) forma um monte de quedas d'água que muito pouca gente vai. É lindo, pertinho e de graça. Vale dar uma passada lá e se você estiver com mais coragem vale também descer as quedas d'água de bóia (isso mesmo minha gente, de BOIA!!!). No centro histórico tem uma galera que faz esse passeio pelo rio (que parece ser muito legal por sinal): Te levam ao inicio do Rio e te buscam do outro lado da cidade, aonde acabam as quedas d'água.


Pra quem tem mais animo outro passeio Ecológico que vale muito fazer é conhecer o Salto Corumbá, uma cachoeira ENORME que fica numa reserva linda. Dá até pra acampar lá (próximo programa hein galera!!!)

Além de todas as coisas lindas da cidade Pirenópolis é um lugar de muita gente legal e receptiva. Todas as pessoas que nós conhecemos lá foram muito gentis, bacanas e super abertas a conversar por horas com a gente! Além das igrejas, cachoeiras e museus, tem muita coisa legal pra conhecer lá.


Se você der uma caminhada nas ruas da cidade vai achar muitas coisas legais. A Chay se achou com essa estátua da Frida Khalo que te dá boas vindas em um restaurante mega fofo que fica na rua do Lazer, o Paulo bateu o maior papo com a estátua do Mascarado (esse carinha com cabeça de boi e corpo de gente) que fica na praça do coreto e o Daniel quase levou esse cachorro pra casa dele de tão simpático que o bicho foi com a gente (até os animais de rua lá são educados. Fiquei besta de ver!).


Foi uma viagem rápida, mas muito divertida e com muito Pequi. Nós ainda conseguimos tietar a combi do Du E-Holic que estava estacionada na cidade (só a combi, porque o Du mesmo a gente não achou em lugar nenhum...).

é uma viagem tranquila, pra muito pertinho (de Brasilia) que eu adoro fazer sempre que posso e recomendo para todo mundo. Quem não conhece a cidade, fica a dica. 

Alguém mais ai adora esse lugarzinho lindo???

--

Fotos: Paulo Anderson Souza




You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Recent Posts

Formulário de contato